Organização e Equipamentos

Search our Site

  • A organização da força militar que os governos de Portugal resolveram empenhar na grande guerra na europa, sofreu uma evolução profunda, desde o primeiro modelo definido em 1914, de uma Divisão de Infantaria (segundo o modelo francês), passando pela Divisão Reforçada (1916) até ao Corpo de Exército (com duas Divisões) estabelecido em 1917 segundo o modelo britânico.

  • O Corpo Expedicionário Português (CEP) organizado em 1916 e definido no acordo com o governo britânico (em janeiro de 1917), começou por ser uma Divisão Reforçada, mas já em França o escalão português aumentou para Corpo de Exército (com duas Divisões).

    O CEP foi assim organizado e equipado segundo o modelo britânico, usando essencialmente equipamento fornecido pelo exército britânico, (a espingarda individual, o capacete, morteiros, metralhadoras, obuses, telefones etc;) com algumas exceções como as peças de artilharia francesas (75mm), viaturas e alguns artigos dos equipamentos de combate usados pela infantaria e pela artilharia.

    Além do CEP foram também mobilizados para França, o Batalhão de Sapadores de Caminhos de Ferro (para operar enquadrado no exército britânico) e o Corpo de Artilharia Pesada Independente (CAPI) para operar integrado no exército francês.

Organigrama geral CEP

logo

Comissão Coordenadora da Evocação do Centenário da Grande Guerra

 
 
Imagens: Arquivo Histórico Militar (fundo AHM-FE- CAVE-AG)
Fotos de equipamentos Núcleo Museológico das OGFE e do Museu Militar.
 
Textos: O CEP: Os Militares Sacrificados Pela Má Politica, Fronteira do Caos, 2016. A Nossa Artilharia na Grande Guerra (1914-1918), Caleidoscópio,2017.
 
Autores: Coordenação de Pedro Marquês de Sousa. Apoio na preparação de artigos militares OGFE e Fotos: Jorge Baltazar Pinto e André Fernandes.

Room Booking

Thanks for staying with us! Please fill out the form below and our staff will be in contact with your shortly.