Bat Sapadores de Caminhos de Ferro

Search our Site

  • O Batalhão de Sapadores de Caminhos-de-Ferro embora subordinado ao comando do C.E.P., ficou a operar subordinado ao comando militar britânico (I Exército Britânico). O Batalhão era constituído por 40 oficiais e 1248 sargentos e praças e após a reunião do pessoal em Cascais, embarcou para França entre Fevereiro e Maio de 1917.

    O Batalhão de Sapadores de Caminho-de-Ferro teve a missão de gerir a estação-depósito de Rouxmesnil e de administrar os caminhos de ferro de Yron a Conteville, de Abbeville a Conteville e Candas, de Proven a Bergues, de Conchil a Authie e Vrom e de Bethune a La Gorgue.

  • Desempenhou outras missões técnicas, como a reparação de pontes, a construção de depósitos e a manutenção de diversas linhas de comboio, danificadas pelos bombardeamentos.

    O pessoal do Batalhão participou na construção da linha-férrea de Achiet para Bapaume, na região do Somme e noutras linhas nas regiões de Ypres e Messines (Bélgica) e na região de Armentières, junto ao sector do C.E.P. Trabalharam ainda nas regiões de Arras, Calais, Abbeville e Dieppe.

    Esteve organizado em 5 companhias, que trabalhavam normalmente afastadas e depois do fim da guerra regressou a Portugal em Abril de 1919.


logo

Comissão Coordenadora da Evocação do Centenário da Grande Guerra

 
 
Imagens: Arquivo Histórico Militar (fundo AHM-FE- CAVE-AG)
Fotos de equipamentos Núcleo Museológico das OGFE e do Museu Militar.
 
Textos: O CEP: Os Militares Sacrificados Pela Má Politica, Fronteira do Caos, 2016. A Nossa Artilharia na Grande Guerra (1914-1918), Caleidoscópio,2017.
 
Autores: Coordenação de Pedro Marquês de Sousa. Apoio na preparação de artigos militares OGFE e Fotos: Jorge Baltazar Pinto e André Fernandes.

Room Booking

Thanks for staying with us! Please fill out the form below and our staff will be in contact with your shortly.